Perguntas Frequentes

Pesquisar
Voltar

Porque é que a EDPC cobra energia não revertida em eletricidade? Como é faturada esta energia?

As perdas ocasionadas por um baixo fator de potência da instalação consumidora são suportadas pelo operador de rede. Assim, o operador de rede cobra à EDPC uma parcela correspondente a estas perdas, que posteriormente fatura a energia reativa ao Cliente.

Porque é que a EDPC cobra energia não revertida em eletricidade? Como é faturada esta energia?

As perdas ocasionadas por um baixo fator de potência da instalação consumidora são suportadas pelo operador de rede. Assim, o operador de rede cobra à EDPC uma parcela correspondente a estas perdas, que posteriormente fatura a energia reativa ao Cliente.

O fator de potência, representado por Cos Φ, traduz o grau de eficiência do uso dos sistemas elétricos, nomeadamente a fração da energia elétrica que é transformada em trabalho. Valores altos de fator de potência (próximos a 1,0) indicam uso eficiente da energia elétrica, enquanto valores baixos indiciam o seu mau aproveitamento.

As perdas ocasionadas por um baixo fator de potência da instalação consumidora são suportadas pelo operador de rede. Por esta razão, o operador de rede cobra à EDPC uma parcela correspondente a estas perdas, que posteriormente fatura a energia reativa ao Cliente.

A energia reativa é faturada a partir de três escalões. O referencial utilizado para definição dos patamares de faturação de energia reativa é a Tg Φ (energia reativa/ energia ativa).

Saiba mais sobre a energia reativa aqui.

Esta resposta ajudou?

Porque é que esta resposta não ajudou?

Estamos disponíveis

Fale connosco caso não encontre resposta às suas dúvidas

Voltar ao topo

© Copyright 2021 - EDP Energias de Portugal. Todos os direitos reservados.