Perguntas Frequentes

Pesquisar
Voltar

O que acontece após a inspeção de gás?

Após a realização da inspeção, recebe o relatório elaborado pela Entidade Inspetora que lhe indica se a certificação foi aprovada ou reprovada.

O que acontece após a inspeção de gás?

O que acontece quando a certificação é aprovada?

Após a realização da inspeção, o cliente fica com o relatório de inspeção elaborado pela Entidade Inspetora. O certificado da inspeção é depois enviado para a morada da instalação, deve guardá-lo para o apresentar sempre que lhe for pedido.

O que acontece quando reprova a Inspeção?

Após a realização da inspeção, o cliente fica com o relatório de inspeção elaborado pela Entidade Inspetora.

Se reprovou a inspeção, o relatório pode referir dois tipos de defeitos:

  • 1 - Inspeção reprovada por defeitos graves
    Nestes casos são detetados defeitos graves na instalação de gás que põe em causa a sua segurança. A utilização dos aparelhos a gás deve ser suspensa até que os defeitos sejam reparados.
    A Entidade Inspetora comunicará ao distribuidor o resultado da inspeção e o mesmo suspende o abastecimento de gás à instalação.
    Para que a instalação volte a ser abastecida de gás, é obrigatório a realização de uma nova inspeção à instalação com os defeitos encontrados já corrigidos.
  • 2 - Inspeção reprovada por defeitos não graves
    Nestes casos são detetados defeitos na instalação de gás.
    A Entidade Inspetora comunicará ao distribuidor a deteção dos defeitos. O cliente terá de reparar os defeitos num prazo inferior a 60 dias. Caso o cliente não realize a reparação dos defeitos num prazo inferior a 60 dias, o distribuidor suspenderá o abastecimento de gás à instalação. Para que seja emitido o certificado de inspeção é obrigatório a realização de uma nova inspeção à instalação.

O que acontece quando a certificação é aprovada?

Após a realização da inspeção, a sua empresa fica com o relatório de inspeção elaborado pela Entidade Inspetora. O certificado da inspeção é depois enviado para a morada da instalação, deve guardá-lo para o apresentar sempre que lhe for pedido.

O que acontece quando reprova a Inspeção?

Após a realização da inspeção, a sua empresa fica com o relatório de inspeção elaborado pela Entidade Inspetora.

Se reprovou a inspeção, o relatório pode referir dois tipos de defeitos:

  • Inspeção reprovada por defeitos críticos

Nestes casos são detetados defeitos graves na instalação de gás que põe em causa a sua segurança. A utilização dos aparelhos a gás deve ser suspensa até que os defeitos sejam reparados.

A Entidade Inspetora comunicará ao distribuidor o resultado da inspeção e o mesmo suspende o abastecimento de gás à instalação.

Para que a instalação volte a ser abastecida de gás, é obrigatório a realização de uma nova inspeção à instalação com os defeitos encontrados já corrigidos.

  • Inspeção reprovada por defeitos não críticos

Nestes casos são detetados defeitos na instalação de gás.

A Entidade Inspetora comunicará ao distribuidor a deteção dos defeitos.

O cliente terá de reparar os defeitos num prazo inferior a 90 dias. Caso o cliente não realize a reparação dos defeitos num prazo inferior a 90 dias, o distribuidor suspenderá o abastecimento de gás à instalação. Para que seja emitido o certificado de inspeção é obrigatório a realização de uma nova inspeção à instalação.

Esta resposta ajudou?

Porque é que esta resposta não ajudou?

Estamos disponíveis

Fale connosco caso não encontre resposta às suas dúvidas

Voltar ao topo

© Copyright 2021 - EDP Energias de Portugal. Todos os direitos reservados.