SAIBA COMO ESCOLHER O TARIFÁRIO QUE MELHOR SE ADAPTA AO PERFIL DE CONSUMO DO SEU AGREGADO FAMILIAR.

Para tomar a melhor decisão no momento de contratar eletricidade para a sua casa, é essencial ter presente qual o seu perfil de consumo. Na altura de escolher o seu tarifário, esta informação poderá ter um impacto relevante no valor da sua fatura.

Que potência contratar? Eletricidade verde, sim ou não? Qual a opção horária melhor para a minha casa? Quais os horários mais económicos? Os tarifários duais, que juntam a tarifa da eletricidade ao gás natural, compensam?

Vamos responder a todas estas perguntas, para o ajudar na hora de contratar energia para a sua casa nova, ou se pretender simplesmente encontrar um tarifário mais económico e mais adequado aos seus hábitos de consumo.

1. QUE POTÊNCIA CONTRATAR?

Aqui, deverá olhar para o seu agregado familiar e para o número de equipamentos que tem em casa, respondendo à seguinte questão: quais os equipamentos que ligo em simultâneo?

Por norma, uma potência de 3,45 kVA seria suficiente para assegurar o funcionamento simultâneo dos eletrodomésticos mais convencionais, tais como o frigorífico, a máquina de lavar roupa ou loiça, a televisão e o computador. No entanto, se tiver outros eletrodomésticos que utiliza frequentemente em simultâneo com estes, tais como o forno ou o aquecedor, pode ser necessário contratar um nível de potência superior.

Trace o seu perfil enquanto consumidor de eletricidade e encontre o nível de potência contratada para simular a potência em kVA (quilovoltampere) indicada para si.

2. ELETRICIDADE VERDE, SIM OU NÃO?

Se é alguém preocupado com o planeta e o bem estar das gerações futuras, pode optar por contratar eletricidade produzida através de energias 100% renováveis. Desta forma, estará a contribuir para a redução das emissões de CO2, não só na produção de energia, como no seu consumo.

Pode reforçar o seu compromisso para a transição energética trocando as suas soluções de gás para aquecimento de água, de climatização e de cozinha eletrificando a sua casa.

Para ajudar a suportar o aumento do seu consumo de eletricidade ao trocar para eletrodomésticos mais eficientes, poderá adicionalmente instalar painéis solares, e consequentemente reduzir a sua fatura de energia.

3. O QUE SÃO E QUAIS SÃO AS OPÇÕES HORÁRIAS?

Sabia que a eletricidade que consome durante o dia não tem sempre o mesmo preço no mercado grossista? A diferença de preço resulta da existência de diferentes níveis de procura de energia elétrica ao longo do dia.

Períodos horários

Horas de vazio - é o horário em que há um menor consumo de energia elétrica, como o período noturno e os fins de semana;
Horas de cheias - correspondem aos períodos em que há uma procura intermédia da eletricidade;
Horas de ponta - equivalem a horários de maior utilização da eletricidade, como o início da manhã e o fim de tarde;


Agora que já está esclarecido relativamente aos períodos horários, é tempo de escolher a opção que melhor se adequa ao seu caso. Aqui, pode optar pela tarifa simples, a bi-horária ou a tri-horária, que vai determinar o preço a que a energia lhe é faturada nos diferentes períodos.

Tarifário

• Simples - tarifa em que o preço da eletricidade é igual em todas as horas do dia, garantindo assim estabilidade nos preços. Caso opte por esta tarifa, não terá de adaptar o seu consumo para gastar mais à noite ou ao fim de semana, porque todos os períodos horários têm um preço igual.

• Bi-horária - tarifa em que o preço da eletricidade é diferente entre 2 períodos (vazio e fora do vazio). Ao escolher esta tarifa, tenha em conta que deve adaptar os seus consumos, esforçando-se por concentrar os seus consumos no período de fora do vazio, quando a energia é mais barata.

• Tri-horária - tarifa em que o preço da eletricidade é diferente entre 3 períodos durante o dia (ponta, cheias e vazio), sendo importante que evite consumos ao início da manhã ou ao final do dia, quando a energia é mais cara.

As horas específicas do dia a que correspondem cada período dependem do ciclo tarifário escolhido. Pode optar por um ciclo diário, em que os períodos de ponta, cheias e vazio são iguais entre todos os dias da semana, ou por um ciclo semanal, em que os períodos diferem entre dias úteis e fins de semana.

Opções horárias

A opção horária simples é ideal para quem passa longos períodos do dia em casa e por isso tem os consumos repartidos ao longo do dia.

A opção bi-horária é ideal para quem tem a maioria do seu consumo diário entre as 22h e as 8h. Por exemplo, quem passa o dia a trabalhar fora de casa e que concentra as utilizações das máquinas de lavar a partir das 22h.

A opção tri-horária é ideal para quem concentra os seus consumos no período da noite e tem um consumo residual nos períodos do início da manhã e do final da tarde/ início da noite, quando a procura nacional é maior e, por isso, o preço é mais caro.

4. OS TARIFÁRIOS DUAIS, COMPENSAM?

Tipicamente, os comercializadores de energia oferecem um desconto superior a clientes que juntam eletricidade e gás natural no mesmo contrato, assim como para aqueles que optam por meios de pagamento digitais e fatura eletrónica. Ou seja, ao contratar as duas energias à mesma empresa estará, à partida, em condições de poupar mais todos os meses. E receberá apenas uma única fatura.

Para além disso, ter um único contrato de energia pode poupar trabalho na hora de recorrer ao apoio ao cliente, já que pode ser mais fácil usufruir de condições de pagamento flexíveis e esclarecer todas as suas dúvidas junto de um único ponto de contacto.

Por todas estas razões, se tem eletricidade e gás, é praticamente certo que o tarifário dual é ideal para si, independentemente do seu perfil de consumo.

As empresas de energia mais sofisticadas, para além de energia, oferecem ainda outro tipo de serviços bastante valorizados por muitos clientes, como as soluções de assistência técnica para casa, vantagens e descontos em parceiros ou até mesmo planos de saúde. O melhor de tudo é que estes serviços adicionais, por vezes, dão-lhe descontos adicionais na fatura.