Saiba em que consistem estas comunidades de solares, como funcionam e como é que pode criar uma.

Sempre quis instalar painéis fotovoltaicos, mas viu-se impedido por morar num prédio ou por falta de espaço? E se lhe disséssemos que agora há uma solução e que pode, juntamente com os seus vizinhos, criar um bairro que irá produzir parte ou a totalidade da energia elétrica necessária a partir de uma fonte renovável? Junta o útil ao agradável e, para além de estar a contribuir para um planeta mais sustentável e para as metas de descarbonização, estará também a poupar na fatura da luz.

O que é uma comunidade de autoconsumo coletivo?

Uma comunidade energética de autoconsumo coletivo é constituída por um conjunto de consumidores que, através de uma instalação partilhada, produzem de forma total ou parcial a sua própria energia solar.

São reguladas pelo Decreto-Lei nº 162/2019, que veio estabelecer a produção de eletricidade descentralizada e facilitar o autoconsumo de energia. Este novo regime foi criado como um complemento aos instrumentos centralizados de promoção de energias renováveis, permitindo aos consumidores produzir, consumir, armazenar, partilhar e vender eletricidade sem grandes encargos financeiros.

Estas comunidades baseiam-se no princípio da equidade de acesso, democratizando-se o auto-consumo, e têm como principal objetivo dar aos seus membros benefícios ambientais, económicos e sociais.

Como funcionam estas comunidades?

Numa comunidade solar de autoconsumo coletivo - como as várias que já foram criadas ao abrigo da iniciativa Bairro Solar da EDP Comercial - a energia elétrica é produzida por uma única unidade de produção, que abastece várias instalações de consumo. Cada uma destas comunidades é composta por um Produtor e vários Vizinhos, que têm cada um o seu papel, e podem ser prédios/condomínios, empresas ou instituições sociais.

Ser Produtor

O Produtor deverá ser alguém que tem espaço disponível para a instalação de painéis solares, em número superior ao necessário para o seu autoconsumo individual. No caso de um prédio, a figura do Produtor deve ficar centralizada no condomínio, já que é quem tem espaço de telhado para colocar painéis. O Produtor, para além de ceder o seu espaço, consome parte da energia sola r produzida e disponibiliza outra parte aos restantes elementos da comunidade, isto é, os Vizinhos.

Ser Vizinho

Os Vizinhos não têm espaço ou intenção de instalar painéis solares e devem encontrar-se na zona de vizinhança do Produtor. Cada participante da comunidade - ou Vizinho - recebe uma parte da energia produzida, de acordo com a partilha que foi previamente definida e beneficiam, ainda, de um desconto na energia solar, sem qualquer tipo de investimento.

Como se processa a instalação e o autoconsumo

O primeiro passo é a instalação dos painéis solares, sem qualquer custo, no espaço do Produtor. Depois, a energia produzida é distribuída pelos membros da comunidade, podendo isso ser feito através de dois métodos diferentes:

  • Quotas fixas - é alocada a cada membro a mesma quantidade de energia;
  • Quotas dinâmicas - a energia alocada depende do consumo de cada membro;

Durante a noite, e sempre que a produção não for suficiente, os membros da comunidade recebem energia do comercializador. Já a energia que for produzida e não for consumida é injetada na rede de distribuição.

No entanto, uma das grandes vantagens das comunidades de autoconsumo coletivo está no facto de serem constituídas por membros que têm diferentes padrões de consumo. É esta complementaridade de perfis que vai maximizar a utilização da energia produzida e fazer com que diminua aquela que é injetada na rede. A contabilização do autoconsumo, do consumo da rede e da injeção é feito, de forma automática, de 15 em 15 minutos.

Quais são as principais vantagens e benefícios?

Pertencer a uma comunidade solar de autoconsumo coletivo traz vários benefícios:

  • Zero investimento - nem o Produtor nem os Vizinhos têm de fazer qualquer investimento financeiro, isto no caso das ofertas Bairro Solar EDP;
  • Redução da fatura de eletricidade - a produção de energia para autoconsumo faz com que o s membros de uma comunidade tenham acesso a um desconto na energia autoconsumida, que se poderá traduzir em poupanças evidentes na fatura no final do mês;
  • Redução das emissões de CO2 - como irá depender de uma fonte de energia limpa, irá contribuir para a redução das emissões de carbono;
  • Mobilidade elétrica e transição digital - uma comunidade abre portas, por exemplo, à instalação de postos de carregamento para veículos elétricos;

Porquê o autoconsumo coletivo?

O Plano Nacional de Energia e Clima (PNEC) definiu como meta para 2030 reduzir em 45%-50% as emissões de carbono e alcançar uma quota de 47% de energia proveniente de fontes renováveis. Para se conseguir atingir estes objetivos, será necessário investir cada vez mais em comunidades de autoconsumo coletivo, que serão um impulsionador importante.

Antes de mais, estas comunidades solares permitem a independência energética, com a produção de energia solar da comunidade para a comunidade. Por outro lado, e uma vez que utilizam fontes renováveis, contribuem para a sustentabilidade ambiental e, em última instância, para atingir a meta da neutralidade carbónica, tão necessária para combater as alterações climáticas. Por fim, mas não menos importante, fazer parte de uma comunidade de autoconsumo coletivo é, também, ajudar a criar novos postos de trabalho, potenciar o estabelecimento de empresas na região e contribuir para o crescimento da economia local.

Junte-se hoje ao bairro solar da EDP

A EDP já conta com uma solução de comunidade de autoconsumo coletivo que é altamente inovadora e pioneira em Portugal: o Bairro Solar. Esta solução visa ajudar todos os portugueses a terem acesso facilitado à energia solar, por forma a, juntos, conseguirmos reduzir as emissões de CO2 geradas, reforçar os laços com a nossa comunidade e contribuir para um planeta mais verde e sustentável.

Se quiser ser Produtor, pode criar aqui o seu Bairro e se quiser ser Vizinho, pode consultar os Bairros disponíveis e aderir ao Bairro mais próximo de si. Aproveite esta oportunidade e seja uma parte ativa no futuro.