CONHEÇA ALGUMAS REGRAS QUE PODE PÔR EM PRÁTICA EM SUA CASA PARA POUPAR ENERGIA COM OS SEUS ELETRODOMÉSTICOs E EVITAR O DESPERDÍCIO.

Reduzir os gastos e consumos em casa e, consequentemente, o desperdício, é sempre uma boa prática. Não só estará a poupar alguns euros na sua carteira, como também estará a adotar medidas sustentáveis e ambientalmente conscientes.

Por isso, damos-lhe a conhecer 6 dicas que o vão ajudar a poupar em casa.

1. MANTENHA HORÁRIOS ADAPTADOS À SUA TARIFA DE ENERGIA

Eletrodomésticos como as máquinas de lavar loiça e roupa ou a máquina de secar consomem bastante energia, por isso uma forma eficaz de poupar na fatura passa por utilizá-los nas horas em que a tarifa é mais baixa.

Se está fora de casa a maior parte do dia, as tarifas bi-horária e tri-horária, em que o preço da eletricidade depende do horário de consumo, serão a melhor opção para si. Com estas tarifas, a eletricidade é mais barata, por exemplo, no período noturno. Por isso, pode optar por pôr as máquinas a lavar apenas nessas horas.

Por outro lado, se tem uma família grande, está bastante tempo em casa e precisa, por exemplo, de fazer várias máquinas de roupa durante o dia, então talvez a tarifa simples seja a melhor opção: com esta tarifa não precisa de se preocupar com os horários em que o consumo de eletricidade é mais barato para poder pôr os seus eletrodomésticos a funcionar.

Conheça as diferenças entre as várias tarifas e opções horárias disponíveis para descobrir a que melhor se adequa à sua situação. Se for cliente EDP Comercial, poderá alterar a sua opção horária na sua área de cliente.

2. APROVEITE AO MÁXIMO A LUZ SOLAR (E LIGUE APENAS AS LUZES NECESSÁRIAS)

Uma das estratégias que pode pôr em prática para poupar na fatura eletricidade ao final do mês passa por ligar apenas as luzes necessárias quando está em casa: por exemplo, se estiver a trabalhar no escritório, não precisa de ter a luz da cozinha ligada. E claro, quando sair do escritório não se esqueça de apagar a luz.

Mais, sabia que é importante ter as lâmpadas limpas? Uma lâmpada limpa é mais luminosa e, consequentemente, mais eficiente.

Além disto, aproveite as zonas de sua casa com boa iluminação natural para trabalhar ou realizar tarefas domésticas, como passar a ferro.

No Inverno, abra as cortinas e estores durante o dia para deixar entrar a luz solar. À noite feche-os para manter a temperatura e poupar na necessidade de aquecimento.

Já nos dias de Verão, aproveite as horas mais frescas, ao início da manhã e final da tarde, para abrir as janelas e deixar a casa arejar. Feche-as nas alturas de maior calor para evitar aquecer as divisões e, consequentemente, ter de arrefecer a casa com ar condicionado ou ventoinhas.

3. STAND-BY: REDUZA O TEMPO COM EQUIPAMENTOS ELETRÓNICOS LIGADOS

A primeira regra de ouro é já bem conhecida: não deixe equipamentos eletrónicos ligados ou em standby quando não os está a usar. Apesar destes equipamentos terem uma potência unitária baixa, o facto de estarem em utilização constante faz com que criem gastos desnecessários, que podem ter impacto na fatura ao final do mês.

Evite, por exemplo, ter várias televisões ligadas ao mesmo tempo e opte por ligar todos os aparelhos a uma extensão com botão ON/OFF: ao desligá-lo irá eliminar o consumo dos aparelhos em standby. À noite, programe sempre o timer no seu televisor. Desta forma, se adormecer, não corre o risco de ter a televisão a consumir energia durante toda a noite.

É igualmente importante que defina tempo para a utilização de gadgets e TV, sobretudo pelos mais novos, fazendo prevalecer algumas regras que também o ajudarão a poupar na conta de energia. Mas, se vai impedir os seus filhos de estarem o dia todo em frente à televisão, a um tablet ou ao telemóvel, deve oferecer-lhes alternativas. Ler em voz alta ou redescobrir alguns jogos tradicionais - como as Damas, o Peixinho, o Monopólio ou até o Stop - podem ser ótimas soluções de entretenimento e garantia de tempo de qualidade em família.

Se o seu emprego funciona em regime de teletrabalho ou híbrido, é mais importante que nunca que tenha atenção aos consumos associados ao seu computador. Maximize a autonomia da bateria do seu computador e telemóvel acionando, por exemplo, o dark mode (modo noturno).

Evite ter estes aparelhos ligados à corrente durante todo o dia. Se vai fazer uma pausa ou terminar o dia de trabalho, desligue o computador.

4. POUPE NA UTILIZAÇÃO DOS ELETRODOMÉSTICOS

Há alguns gestos bastante simples que pode pôr em prática em sua casa e que farão toda a diferença na sua carteira ao fim do mês.

1. Maximizar a carga das máquinas de lavar loiça e roupa

Para lavar a roupa e loiça de forma mais eficiente, utilize as sempre as máquinas com a carga máxima indicada para cada programa e evite fazer meias cargas, já que estará a “desperdiçar” água e eletricidade para lavar uma pequena quantidade de artigos. Contudo, não sobrecarregue as máquinas, uma vez que, neste caso, a loiça ou a roupa não ficarão bem lavadas e poderá danificar os equipamentos.

Além disto, escolha os programas adequados: dê preferência a programas com ciclos de lavagem mais curtos e use a pré-lavagem apenas quando a roupa ou a loiça estão bastante sujas. Prefira, também, os programas de baixa temperatura, já que a maior parte da energia consumida pelas máquinas é direcionada ao aquecimento da água.

Se tem o hábito de trocar de roupa quando chega do trabalho, pondere se será mesmo necessário pôr para lavar essas peças, que utiliza por casa apenas algumas horas por dia. Nestes casos, será suficiente arejar a roupa e, assim, estará a poupar nas lavagens.

2. Aproveitar ao máximo o estendal (se o tiver!)

Na hora de secar a roupa, aproveite ao máximo a área do seu estendal.
Guarde a máquina de secar a roupa para os dias húmidos e chuvosos ou, no caso de ter uma família numerosa, precisar de fazer mais máquinas de roupa.

Se não tiver estendal, existem máquinas de secar roupa de qualidade com classe energética elevada, que lhe permitem cuidar da sua roupa de forma rápida e cómoda.

3. Opte pelo micro-ondas para aquecer alimentos

Se vai aquecer uma caneca de leite, um prato de sopa ou as sobras do jantar, é preferível optar pelo micro-ondas, que é mais rápido e consome menos energia.

Utilize o forno para aquecer comida apenas no caso de já estar a preparar outros pratos, sejam eles mais elaborados ou para cozinhar maiores quantidades de comida.

4. Regule a temperatura do esquentador ou termoacumulador

Se baixar a temperatura do seu esquentador ou termoacumulador para os 55ºC não irá precisar de misturar a água quente com a fria, poupando água e diminuindo o consumo de energia.

Conheça aqui mais truques lavar a sua roupa de forma eficiente e aqui para mais dicas para usar a sua máquina de lavar loiça de forma inteligente.

5. Tenha atenção ao seu frigorífico

O frigorífico é um dos eletrodomésticos que tem maior consumo energético numa casa, já que funciona 24 horas por dia, e não é um equipamento que possamos desligar.

Limpá-lo regularmente, verificar as borrachas, evitar estar sempre a abrir a porta são alguns dos gestos fundamentais para que este eletroméstico não tenha um consumo adicional de energia. Saiba aqui como tornar o seu frigorífico mais eficiente.

Caso pretenda poupar ainda mais com os equipamentos elétricos pode instalar painéis solares, para uma casa ainda mais verde e eficiente.

5. COZINHE DE FORMA EFICIENTE

Quando cozinhar, faça-o em quantidades superiores, já a contar com várias refeições. Assim, o que sobrou do jantar pode ser o almoço do dia seguinte. E ainda economiza dinheiro, pois aquecer em micro-ondas é bastante mais económico que usar a placa ou o forno.

Se utilizar o forno, aproveite para fazer várias coisas de uma vez, minimizando o número de vezes que o liga. Pode, igualmente, desligá-lo 5 ou 10 minutos antes de terminar a cozedura dos alimentos: o calor remanescente será suficiente para os cozinhar.

Adicionalmente, evite abrir as portas do frigorífico e congelador por tempo prolongado e antecipe as suas refeições: retire os ingredientes que vai precisar antecipadamente do congelador e coloque-os no frigorífico a descongelar. O frio libertado pelos produtos vai ajudar a refrigerar o aparelho, reduzindo em cerca de 2% o consumo diário de energia do equipamento.

6. FECHE SEMPRE AS TORNEIRAS

A regra fundamental a aplicar é poupar água. Feche a torneira sempre que não estiver a precisar, efetivamente, da água.

Deixar a torneira aberta enquanto se lava as mãos ou os dentes, ainda que possa parecer que é por pouco tempo, provoca um enorme desperdício de água. Utilize um copo com água enquanto escova os dentes e feche a torneira enquanto ensaboa as mãos. Isto aplica-se não só aos hábitos de higiene, mas também à lavagem manual da loiça.

Uma outra forma de poupar água consiste em reservar a água do banho antes de estar quente. Esta pode, depois, ser utilizada para regar as plantas, lavar as varandas e as janelas de casa ou até o carro.

Além disto, também pode fechar ligeiramente as torneiras de fornecimento de água nas sanitas e nos lavatórios, ou aplicar um redutor do caudal nas torneiras.

A mudança de hábitos pode ajudar-nos a todos a ser energeticamente mais responsáveis. Descubra mais formas de poupar e tornar a sua casa mais eficiente. Entre na sua área de cliente e veja todos os benefícios sustentáveis que temos para si no Planeta Zero.