Conheça aqui as medidas de segurança contra tentativas de fraude

Saber mais

Ao trocar o frigorífico, opte por um de classe B

Sabia que o frigorífico é responsável por cerca de 10% do consumo total de energia em casa?
Se está a pensar trocar de frigorífico nos próximos tempos, saiba que os modelos mais modernos - de classe energética B ou superior - chegam a consumir menos de metade da energia que um frigorífico com mais de 10 anos.

O preço de um frigorífico depende de vários fatores que vão além da sua classe energética e do consumo: existe uma variedade de modelos para todos os gostos e carteiras, com diferentes tamanhos e sistemas de refrigeração. Pode optar ainda por funcionalidades extra, como dispensadores de gelo e de água fresca.

Graças aos avanços tecnológicos para diminuir o consumo energético, trocar o seu frigorífico antigo por um mais moderno pode ser uma boa opção para começar a reduzir a fatura anual de eletricidade.

Por exemplo, no caso de um modelo de classe B ou superior, o investimento adicional em comparação a um modelo de classe F pode começar em 160 €, mas as poupanças energéticas compensam o investimento adicional. Veja o exemplo em baixo:

Antes de escolher, analise as etiquetas energéticas dos seus modelos favoritos e procure pelo consumo anual estimado, a capacidade em litros e o nível de ruído.

 

Próximos passos:

O que deve ter em conta antes de comprar o seu novo frigorífico:

  • Analise sempre a etiqueta energética, olhando para a classe e o consumo estimado.
  • Escolha a capacidade ideal para as suas necessidades e da sua família; uma família de três pecisa em média de 250 L a 300 L.
  • Confirme que tem o espaço necessário em casa e não se esqueça de medir a abertura da porta.
  • Procure instalar o frigorífico num local afastado do sol e de fontes de calor, com espaço suficiente para o ar circular na parte de trás do equipamento.
  • Complete o ciclo de sustentabilidade e peça ao vendedor para recolher o seu equipamento antigo.
  • Adote boas práticas de utilização para garantir os melhores consumos e a durabilidade do seu equipamento.

 

Pressupostos

Cenário base:

  • Compra de um frigorifico combinado “no frost”, com 107 L de capacidade para congelados e 277 L para não-congelados, de classe energética F (consumo de 313 kWh por ano), e preço de 670€ (IVA incluído)
  • Preço médio da eletricidade: 0,20 € por kWh (IVA incluído)

Pressupostos de melhoria:

  • Compra, em alternativa, de um frigorífico combinado “no frost” com a mesma capacidade, mas classe energética B (consumo de 137 kWh por ano), e preço de 800€ (IVA incluído)