Segurança em Números

Na EDP, a segurança é uma prioridade. Para quem trabalha na empresa e para os seus prestadores de serviços o objectivo é sempre o mesmo: zero acidentes.

Conheça os principais indicadores estatísticos de sinistralidade e os principais eixos de intervenção, no sentido de consolidar uma cultura de prevenção e segurança no Grupo.

 

Conceitos utilizados para apuramento da sinistralidade no trabalho, de acordo com a legislação em vigor e com a Resolução sobre as Estatísticas das Lesões Profissionais, da XVI Conferência Internacional sobre Estatísticas de Trabalho:
 

> Acidente de trabalho - "ocorrência imprevista, durante o tempo de trabalho, que provoque dano físico ou mental" que implique uma ausência superior a um dia de trabalho ou morte. Incluem-se casos como os de intoxicação e os resultantes de actos provocados por terceiros, ainda que no exterior das instalações da empresa, quando ocorridos no tempo de trabalho.

> Acidente in-itinere - qualquer acidente ocorrido durante o percurso normal de ida e volta entre o domicílio, o local de trabalho e o local habitual das refeições. Tal como para os acidentes de trabalho, são considerados todos os casos que impliquem uma ausência superior a um dia de trabalho ou morte A estatística dos acidentes in-itinere deverá ser apresentada separadamente da dos acidentes de trabalho.

> Horas trabalhadas - Somatório das horas de trabalho dos trabalhadores do activo, incluindo as horas de trabalho normais e extraordinárias, durante o período considerado. Inclui os tempos despendidos em Formação Profissional e na Medicina do Trabalho.

> Dias perdidos - 
O tempo perdido total corresponde ao somatório do número de dias de ausência (civis) resultantes de acidentes de trabalho ocorridos no período de referência, mais o número de dias perdidos de acidentes do período anterior, que se prolongaram para o período de referência sem interrupção. O tempo perdido é medido a partir do dia seguinte ao dia do acidente, até ao dia precedente ao do retorno ao trabalho. As ausências temporárias de menos de um dia, para tratamento médico, não são consideradas como tempo perdido.

> Índice de frequência - Número de acidentes de trabalho, mortais e não mortais, por milhão de horas trabalhadas, no período de referência.

> Índice de gravidade - 
Número de dias (civis) perdidos resultantes de acidente de trabalho por milhão de horas trabalhadas, no período de referência.

> Índice de incidência - 
Número de acidentes de trabalho, mortais e não mortais, por mil trabalhadores, no período de referência.

Sumário da Segurança 2016

Balanço das principais atividades e números da segurança e saúde no trabalho.


/pt/sustentabilidade/prevencaoeseguranca2/segurancaemnumeros/EDPDocuments/Sum%C3%A1rio%20da%20Seguran%C3%A7a2016_PT.pdf(5,34 Mb) 
Sumário da Segurança 2015

Balanço das principais atividades e números da segurança e saúde no trabalho.

/pt/sustentabilidade/prevencaoeseguranca2/segurancaemnumeros/EDPDocuments/Sum%C3%A1rio%20da%20Seguran%C3%A7a2015.pdf(1,66 Mb) 

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.