Eliminação do custo com reativa

Poupança

Redução até 25% da fatura elétrica

Rentabilidade

Retorno do investimento a partir de 6 meses

Otimização

Maximização da utilização da potência instalada

A energia reativa é um dos componentes presentes na fatura elétrica de muitas empresas. A Eliminação do Custo com Reativa através da instalação de baterias de condensadores permite reduzir significativamente estes custos.

O que é a energia reativa?

Enquanto a energia ativa é necessária para produzir trabalho, por exemplo, a rotação do eixo do motor, a reativa é necessária para produzir o fluxo magnético indispensável ao funcionamento dos motores, transformadores, etc.
No entanto, a energia reativa "ocupa espaço" no sistema que poderia ser usado por mais energia ativa, e aumenta as perdas nas redes de distribuição e nas instalações de utilização, pelo que o seu consumo deverá ser controlado.

O que é a energia reativa?

Como reduzir o seu consumo de energia reativa?

A compensação da energia reativa é feita através da instalação de baterias de condensadores, que permitem que a energia reativa necessária para as cargas seja produzida junto das mesmas, evitando a sua circulação nas redes a montante. Desta forma consegue-se diminuir as perdas nas redes elétricas e aumentar a sua capacidade para transportar energia ativa.

A instalação das baterias de condensadores deve ser objeto de um estudo cuidado, de maneira a que se garanta que os equipamentos selecionados, para além de terem a potência necessária para a compensação da energia reativa, se adequam ao tipo de cargas da instalação.

A energia reativa é faturada a partir de três escalões, com contabilização diária do seu consumo. Verifique na sua fatura os valores pagos pela energia reativa.

Como reduzir o seu consumo de energia reativa?

Detalhe do serviço

Saiba mais

Peça para ser contactado:

Campo obrigatório
Campo obrigatório
Campo obrigatório
Campo obrigatório
Campo obrigatório

Os dados pessoais aqui recolhidos serão tratados pela EDP Comercial nos termos definidos na política de privacidade, que poderá consultar aqui.

* Campos de preenchimento obrigatório.

Partilhe esta página: