media

Media

Media Center

media > Notícias > 2017 > EDP oferece nove meses de energia no festival NOS ALIVE

EDP oferece nove meses de energia no festival NOS ALIVE

quinta-feira, 6 de Julho de 2017

Os nove clientes EDP que ganharem a dinâmica promovida pela marca ganham um mês de energia

A EDP, pelo 8º ano consecutivo, marca presença no NOS Alive e vai oferecer aos clientes da EDP Comercial a possibilidade de ganharem um mês de energia.

Pela primeira vez num festival, lançamos um desafio aos melhores patinadores: que mostrem o seu talento no primeiro ringue de patinagem montado num festival de Verão. Os festivaleiros habilitam-se, dessa forma, a receber 1 mês de energia grátis. Os 9 meses de energia serão atribuídos em 3 momentos do dia, nos 3 dias do festival.

Esta dinâmica integra-se no conceito de comunicação desenvolvido pela EDP para as áreas da música e do desporto em 2017: “Powered by imagination”. O mote desafia todos os presentes nos eventos de música a dar asas à sua imaginação. O conceito reforça o posicionamento da marca na área da música, em que se afirma já como “a energia oficial da música”.

No NOS ALIVE, a marca terá um espaço onde decorrerão diversas atividades para o público e uma Rua com o seu nome, a Rua EDP. Nesta rua existem dois espaços da marca e o palco EDP Fado Café, com um cartaz de luxo de música portuguesa.

Este ano, o espaço da EDP vai voltar a surpreender. São 280m2 de área que convidam o público a entrar num mundo de surpresas e imaginação onde, em cada canto, podem encontrar um desafio para superar ou uma atividade para realizar. Sempre alinhado com os valores da marca, o espaço EDP foi pensado tendo em consideração a preocupação com o meio ambiente. Foram reutilizadas as estruturas de anos anteriores e no stand são privilegiados os espaços verdes, as entradas de luz natural e a utilização de materiais reciclados.

Esta preocupação ambiental está patente em todos os festivais que a EDP apoia. A marca compensa as emissões de CO2 que são provocadas pela sua presença nos festivais. A pegada de carbono é contabilizada e é todos os anos compensada com um projeto de sustentabilidade em algum local do mundo. Este ano os créditos revertem para um projeto em Itabaiana, uma cidade no nordeste Brasileiro, onde ajudamos a que uma fábrica de cerâmicas reduza as emissões de CO2 através do uso de energia renováveis na sua produção.

Vai ser impossível passar pelo stand da EDP e não ser logo atraído pela animação e energia contagiante que se vai fazer sentir. Para além da oferta dos meses de energia e da possibilidade de poderem andar em patins num festival de musica, os festivaleiros vão poder maquilhar-se com glitter, personalizar capas de telemóveis e t-shirts, habilitando-se ainda a ganhar um hoverboard.

No recinto do festival, os visitantes vão poder ainda carregar o telemóvel numa das inovadoras mochilas EDP carregadoras de telemóveis que estarão a circular pelo recinto.

Mantendo a forte aposta da marca na área da música, a Rua EDP vai voltar a ser um local de passagem obrigatório para os visitantes. Com uma cenografia tradicional portuguesa, foi um verdadeiro sucesso, tendo sido um dos pontos de destaque do público e da imprensa nacional e internacional. A requalificação desta rua com 150 metros de comprimento, eminentemente inspirada na traça pombalina, irá albergar vários elementos da cultura portuguesa, entre eles a recriação da Central Tejo e do edifício sede da EDP. Estes dois espaços irão albergar uma loja do MAAT onde poderão ser encontrados à venda artigos da loja do museu. Os visitantes poderão ainda personalizar lenços de pescoço, sempre incentivados pela sua imaginação.

A Rua EDP será também um espaço de comércio com marcas Portuguesas já bem conhecidas do público como a Cantê, Molkot, Shoecolour e Standfor.

Nesta zona, vive o Palco EDP Fado Café que vai contar com alguns dos mais consagrados nomes do Fado e musica portuguesa, como a Carminho, Miguel Araújo e Mário Pacheco.

Ainda no festival, mas noutro palco, vão atuar as bandas vencedoras do EDP Live Bands Portugal e Brasil.  Quem quiser, pode deslocar-se ao palco Heineken nos dias 6 e 8 às 17h50, para assistir ao rock alternativo dos Plastic People ou ao estilo folk dos Gelpi.

Estas são razões mais do que suficientes para visitar qualquer espaço da marca e para se deixar contagiar pela boa energia e imaginação com que a EDP pretende marcar os festivaleiros. Este formato de ativação vai também marcar presença no festival Meo Sudoeste, entre outras surpresas que a marca tem reservadas.

Saiba aqui
em que festivais a EDP vai marcar presença em 2017.

 


 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.