fornecedores > Segurança > Proximidade de linhas > Proximidade de Linhas

Proximidade de Linhas

Este capítulo foi essencialmente concebido para auxiliar os prestadores de serviços da área da construção, na sua obrigação de assegurar as condições de segurança para os trabalhadores nos estaleiros.Os acidentes eléctricos com linhas de alta tensão ocorrem normalmente nas seguintes situações:Trabalhos em terraços, telhados ou em andaimes, com manuseamento de ferramentas ou materiais na proximidade das linhas eléctricas. Trabalhos com gruas ou com camiões com báscula, que se aproximam ou entram em contacto com condutores das linhas eléctricas. Trabalhos com retroescavadoras que cortam ou ferem o isolamento de cabos eléctricos subterrâneos.

Perguntas e Respostas

Contactar a EDP Distribuição, a fim de se saber quais as características da linha e as distâncias a respeitar e, caso se justifique, se a linha poderá eventualmente ser colocada durante algum tempo fora de serviço para alguma fase particular da obra.

A utilização de máquinas móveis na proximidade de linhas elétricas deve ser considerada como um trabalho perigoso que exige conhecimentos e formação do operador e de todos os trabalhadores envolvidos no trabalho.

Deve ser designada uma pessoa experiente no solo com a missão de vigiar atentamente os movimentos da máquina e da carga para impedir que se aproximem perigosamente dos condutores elétricos em tensão, avisando o condutor de forma oportuna.

Evitar o armazenamento de materiais na proximidade e por baixo de linhas elétricas de alta tensão.

Se possível, estabelecer percursos para as máquinas que evitem o cruzamento com as linhas elétricas.

Colocar obstáculos e sinalização de aviso paralelamente aos condutores da linha a distâncias apropriadas.

Colocar balizas limitadoras de altura de cada lado de um cruzamento com a linha elétrica.

Instalar placares com avisos nas entradas dos locais da obra e nos pontos em que as máquinas se movimentam com mais frequência por baixo ou na proximidade da linha elétrica.

Trabalhos com gruas ou máquinas móveis na proximidade de linhas elétricas de alta tensãoRespeitar as distâncias de segurança recomendadas pela EDP, a manter entre os condutores da linha e qualquer componente da grua ou carga:

> Para linhas de tensão até 60 kV : 3 metros;> Para linhas de tensão superior a 60 kV : 5 metros

Sempre que possível colocar interruptores fim de curso nas peças móveis cujo movimento possa levar a máquina ou a carga a entrar na zona interdita delimitada pelas distâncias anteriormente referidas.

Máquinas em trânsito com a lança baixa e sem carga, e sob vigilância de um encarregado, para uma passagem podem aceitar-se:

> 1,5 metros para linhas de tensão inferior a 60 kV (Média Tensão);
> 3 metros para linhas de tensão entre 60 kV e 220 kV;
> 5 metros para linhas de tensão superior a 220 kV.

No caso de passagens frequentes deve ser feita a balizagem preventiva da altura máxima.Qualquer condutor de uma linha elétrica deve considerar-se em serviço, a menos que haja uma indicação escrita de um representante da EDP confirmando que os condutores não têm tensão e que foram ligados à terra.

Independentemente dessa indicação, sempre que a linha estiver na situação de fora de tensão, para ser considerada como tal, no local de trabalho os condutores devem estar ligados à terra.

Trabalhos debaixo de linhas elétricas em tensão, nomeadamente em terraços

Os trabalhadores devem ser instruídos sobre os riscos da eletricidade e as distâncias de segurança.
Para o pessoal não eletricista as distâncias mínimas de segurança, a manter entre os condutores da linha e o trabalhador, ou qualquer ferramenta ou material que manuseie, são:

> 3 metros para linhas de tensão até 60 kV> 5 metros para linhas de tensão superior a 60 kV

As ferramentas devem ser em material não condutor e devem estar secas. Sempre que possível utilizar ferramentas cuja dimensão não ponha em risco a distância mínima de segurança.

Se forem utilizadas ferramentas ou manuseados equipamentos de dimensões que possam levar a uma aproximação perigosa aos condutores da linha em tensão, devem ser colocados obstáculos que impeçam o contacto ou aproximação perigosa.

Independentemente das distâncias para trabalho, as instalações elétricas, nomeadamente condutores de linhas, respeitam distâncias mínimas de maneira a não serem atingíveis, sem meios especiais, de lugares acessíveis a pessoas, definidas no regulamento de segurança de linhas elétricas de alta tensão.
 

Distância dos condutoresU até 60 KVU > 60 Kv
ao solo 6 m7 m
a terraços (coberturas)4 m5 m
a paredes (lateralmente)5 m5 m
às árvores3 m5 m

Obter da EDP Distribuição informação quanto à sua existência e, caso afirmativo, quais as medidas especiais a tomar.

A identificação e balizagem do traçado do cabo deve ser realizada de forma bem visível pela empresa que vai executar os trabalhos, em ligação com a EDP.

Se os trabalhos forem executados a menos de 1,50 m de uma canalização elétrica isolada, o desenrolar dos trabalhos deve ser acompanhado por uma pessoa qualificada da empresa que vai executar os trabalhos.

A aproximação à canalização deve ser feita com ferramentas manuais (pá ou enxada), com o cuidado de não ferir a canalização. Não é permitida a utilização da picareta na aproximação à canalização.Se forem utilizadas ferramentas mecânicas:

- se a canalização estiver visível, um vigilante assegurará que a máquina não se aproxime a menos de 0,30 m da canalização;
- se a canalização não estiver visível, a distância mínima estimada será de 0,50 m e a vigilância deverá permanecer reforçada.

Se houver dúvida quanto às distâncias ou quanto à sinalização de presença da canalização, a aproximação será sempre feita manualmente, com os cuidados necessários para não ferir o isolamento do cabo.